Relacionamentos Maduros

domingo, 20 de dezembro de 2009




"Sua amiga telefona avisando que, depois de uma longa estiagem, voltou a chover na sua horta: está namorando. Quem? quem?, você pergunta curiosa. Descobre que ele se chama Mateus, um cara sensacional que não sente um pingo de ciúmes dela, que a incentiva a sair sozinha com as amigas e que acredita que a independência é o elixir da felicidade. Enfim, um relacionamento maduro.Você então deseja que eles sejam felizes, que amem-se muito, que sigam preservando sua individualidade e que a relação progrida dentro desse clima de respeito e confiança. Ao desligar, se sente a mais infantil das criaturas. Momentos antes de falar com sua amiga, você estava à beira de um ataque de nervos porque seu namorado disse que não iria passar na sua casa, estava exausto. O que isto significa? Num relacionamento maduro, significa que ele está mesmo exausto e que os dois podem muito bem ficar sem se verem uma noite. Mas para ela, é a prova de que ele não a ama mais, que está desinteressado, ou armando alguma. Você é assim: sofre por ficar cinco minutos longe de quem gosta. Você não está preparada para um relacionamento maduro... Em relacionamentos maduros, cada um reivindica o seu espaço. Em relacionamentos maduros, o esquecimento de uma data importante não é motivo para briga, elogiar a beldade que entrou no restaurante é uma coisa natural e conviver com ex-namorados é civilizado. Em relacionamentos maduros, ninguém inspeciona colarinhos, fiscaliza a agenda alheia ou fica ouvindo conversas na extensão. No planeta dos maduros não se atiram vasos contra a parede. Imagine se soubessem que você entra em surto cada vez que seu namorado cumprimenta uma fulana da época do primário, que não descansa enquanto ele não diz onde esteve e com quem, que se sente incomodada até quando ele tira uma prima pra dançar.O que pensariam se soubessem que você desconfia quando liga para o escritório e ele não está, que você costuma dar uma geral no porta-luvas do carro em busca das provas de uma suposta traição e que bisbilhoteia o canhoto do talão de cheques dele? Que diriam se soubessem que você adora que ele proíba seus decotes e que já o procurou no Instituto Médico Legal por causa de um atraso de 25 minutos? Relacionamentos maduros. Podem não ser animados, mas dão muito menos trabalho".

(Martha Medeiros)






Hoje vejo o quanto eu evoluí! rsrsrs

3 comentários:

Karen on 21 de dezembro de 2009 05:32 disse...

AMEI! To adorando os textos que você posta aqui amiga... Esse aí falou de mim! Hahahaha...

Eu sou neurótica, você sabe. Me considero madura, mas sou insegura nos meus relacionamentos, e tudo que aí foi dito como imaturidade, sou eu. Então, o que eu sou? Acho que um mixto, sei lá. Talvez um mixto-quente. kkkkkkkkkkkk

Muitas saudades da época que eu sentava na porta da sua casa pra gente conversar, e a gente pulava em cima da Tereza, carregava a Iana nas costas... Ih gente, já são 5:32 da manhã. To fudida! kkkkkkk

Beijos amiga, te amo.

Bill Falcão on 21 de dezembro de 2009 06:16 disse...

E evitam muito stress, eu acrescentaria!
Bjoooooooo!!!!!!!

Dama de Cinzas on 21 de dezembro de 2009 13:55 disse...

Segundo a descrição do texto, meus relacionamentos tendem a ser maduros... rs... E te digo que dão menos trabalho mesmo...

Beijocas

Postar um comentário

 

Copyright © 2009 Grunge Girl Blogger Template Designed by Ipietoon Blogger Template
Girl Vector Copyrighted to Dapino Colada